LEITE, RANOLFO E DEPUTADOS APEQUENAM ESTADO POR UMA DÉCADA
Data de publicação: 17 Maio 2022

Por maioria, a Assembleia Legislativa aprovou o PLC 48 que estabelece teto de gastos por cerca de uma década. Com isso, segundo o presidente da Fessergs, Sérgio Arnoud, ficam dificultados os investimentos sociais como saúde e educação, por exemplo.

"Aliás, manter a situação atual por mais tantos anos, significa agravar a queda de qualidade do ensino público, essencial para a maioria da população, assim como da saúde, num momento em que o desemprego e a inflação empobrecem nosso povo. Da mesma forma, além de sucatear os serviços públicos perpetua a miséria dos servidores", complementou.