CORTE DO PONTO: SERVIDORES NÃO ESTÃO MAIS AMPARADOS POR LIMINAR
Data de publicação: 4 Set 2018

Infelizmente na tarde desta segunda-feira (03) o TJ julgou improcedente a Liminar impetrada pela Fessergs que proibia o corte do ponto aos servidores que faltavam ao trabalho por estarem com os salários atrasados. - Com esta decisão fica institucionalizada a política de atraso e parcelamento de salários no Rio Grande do Sul. Quem ganha auxílio moradia e salários do teto acha normal servidores ganharem menos que um salário mínimo e parcelado, afirma Márcia Trindade, secretária Geral da Federação.

A partir desta decisão, os servidores que estiverem sem condições materiais de se deslocar ao local de trabalho e faltarem podem ter seu ponto cortado.

t

o

p