JUSTIÇA E BEM ESTAR
Data de publicação: 29 Dez 2017
Encerramos o ano de 2017, passando a régua sobre todos os obstáculos que tivemos que enfrentar aqui no Estado, tais como falta de investimentos nos serviços públicos, atrasos, parcelamentos de salários e  também no País, com a maldita reforma trabalhista que retirou direitos e agora revela sua verdadeira face, com as demissões em massa nas universidades e em outros setores da nossa economia. E também denunciando a pretendida reforma previdenciária que atingirá a todos.
 
No plano estadual ainda combatemos o desmonte do estado, convivendo com o caos na segurança, na saúde, na educação e nos transportes, entre outros e chegamos ao fim do ano lutando contra a repactuação da dívida que entrega nossa soberania aos esbirros do governo Temer\Meireles e que inviabilizarão os governos futuros, além de impor mais sofrimento à sociedade gaúcha.
 
Em meio a tudo isso, a FESSERGS esteve altiva e mobilizada, na primeira linha, atuando politicamente, institucionalmente e em todos os campos, inclusive o jurídico, onde obtivemos importantes decisões para o conjunto dos servidores estaduais. Vale recordar que por decisão judicial, obtivemos liminar que impede o corte do ponto dos servidores que não comparecerem ao trabalho, enquanto não tiverem recebido seu salário. Esta decisão, inclusive, foi mantida pelo Supremo Tribunal Federal. Também judicialmente obtivemos liminar, no final do ano, impedindo que os servidores que buscassem através de empréstimo seu 13º salário, fossem coagidos pelo banco, bem como aqueles que têm ação judicial. A decisão obtida pela FESSERGS protegeu os servidores desse constrangimento e desta humilhação. Isso representa uma resposta àqueles que pregam a desnecessidade dos sindicatos. Essa atuação, como as protagonizadas pela Federação, defenderam nossos servidores de ações nefastas e humilhantes!


A busca da justiça, sempre esteve no nosso horizonte de ação. Assim como a defesa do bem estar social dos nossos servidores públicos e da esmagadora maioria da sociedade que precisa dos serviços públicos. Por isso, continuamos lutando até o último dia do ano.

E entramos em 2018 com a consciência tranquila, com fé e determinação renovada, para seguir perseguindo os mesmos objetivos que nos norteiam: a defesa da justiça, da solidariedade e do bem estar social.

Feliz Ano Novo, com muita Paz e Bem.

Sérgio A. J. Arnoud
Presidente da Fessergs,
Vice-Presidente da CSB
Diretor de Relações Internacionais da CSPB e
​Secretário Geral Adjunto da CLATE

t

o

p