ENTIDADES DISCUTEM PL DAS CEDÊNCIAS
Data de publicação: 7 Ago 2017

Sindicatos e associações que compõem o Movimento Unificado de Servidores estiveram reunidos na sede da Fessergs hoje pela manhã buscando uma alternativa de barrar o Projeto de Lei do Executivo que pretende acabar com o movimento sindical no Estado. "A proposta de limitar a um servidor por categoria significa estrangular a organização sindical para facilitar sua política de liquidação dos serviços públicos e de abafar qualquer reivindicação salarial ou por melhoria nas condições de trabalho. Com o fim da contribuição sindical compulsória, o brutal arrocho salarial e os parcelamentos sistemáticos, o governo pretende silenciar a voz dos servidores, deixando-os sem qualquer representação. Além disso esse projeto afronta a Constituição Federal, que permite a livre organização sindical", afirma o vice-presidente da Fessergs, Flávio Berneira.

As entidades irão fazer uma grande pressão sobre os deputados para que não votem ou rejeitem o projeto.
 
Tatiana Danieli
Jornalista Diplomada - MTB 8781

t

o

p